11 de abril de 2011

Deus é nosso Abrigo


"Tem misericórdia de mim, ó Deus, tem misericórdia de mim, porque a minha alma confia em ti; à sombra das tuas asas me abrigo, até que passem as calamidades."
Sl. 57:1

Davi tinha sido ungido para ser rei. Depois desse episódio ele foi a pedido de seu pai, visitar seus irmãos que estavam em guerra. Foi quando ele matou Golias. Depois que Davi matou o gigante, o rei Saul não permitiu que Davi voltasse para casa de seu pai. Entretanto, Saul não permaneceu amigo de Davi por muito tempo. Seu coração começou a se encher de inveja e a ira o dominou, desejando então, tirar a vida de Davi, aquele que Deus havia escolhido para subir ao trono.

"Saul abriu o coração ao espírito de inveja de que sua alma estava envenenada. Apesar das lições que havia recebido do profeta Samuel, dando-lhe a instrução de que Deus cumpriria o que Ele desejasse, e que ninguém O poderia impedir, o rei demonstrou que não tinha verdadeiro conhecimento dos planos de Deus" (P.P p. 480)

A cada dia, o ódio de Saul por Davi aumentava, e ele tramava formas e formas de tirar a vida de Davi. Mas este confiava "nAquele que é poderoso, forte para livrar."
Até que um dia Davi fugiu, e entre as montanhas de judá. ele encontrou abrigo na caverna de adulão. Sua família foi também permanecer com ele, mas ainda não estavam livres do perigo. Ali, com a arpa, todos louvavam a Deus mesmo naquelas cicurnstancias.
Foi neste momento que Davi compôs o Salmo 57.
"Tem misericórdia de mim, ó Deus, tem misericórdia de mim, porque a minha alma confia em ti; à sombra das tuas asas me abrigo, até que passem as calamidades."
Sl. 57:1 
Essa experiencia não era infrutífera, ou seja, era para preparar Davi para ser um sábio general.
Saul descobriu onde Davi estava refugiado e armou uma cilada para capturá-lo e matá-lo. Mas para Saul, de forma misteriosa, Davi armou uma fuga.
Como Davi escapou da morte?
Ele confiava no "abrigo" que tinha "nas asas do Senhor"
Foram as asas do Senhor que protegeram Davi.
Somente no Senhor nós temos proteção, e precisamos lembrar disso sempre.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

palavra chave