18 de julho de 2012

Banho seguro


O post de agora é para quem vai ser ou já é mamãe. (e também para as titias corujas etc)
Na mídia temos visto muitos acidentes com criança se afogando. Mas a praia e a piscina não são as únicas vilãs dos afogamentos. Um perigo bem mais discreto está dentro de casa: a banheira. (aconteceu comigo) Embora muitos saibam que não se deve deixar os bebês sozinhos na hora do banho, é comum que, por volta dos 4 anos, a criança prolongue as brincadeiras na água sem supervisão direta. Além do afogamento, há o risco de queimaduras, pois a criança tem força para abri a torneira de água quente (aconteceu comigo).
Veja como um acidente pode acontecer num piscar de olhos:

  • Em 10 segundos (tempo de ir até o quarto pegar uma toalha), uma criança pode ficar submersa na banheira.
  • Em 2 minuto (tempo de atender ao telefone), uma criança submersa pode perder a consciência.
  • De 4 - 6 minutos (tempo de atender à campainha), uma criança submersa pode ficar com danos no cérebro.
Vale a pena curtir esse momento do banho com a criança e vigiar para que nenhum acidente possa acontecer.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

palavra chave