20 de agosto de 2012

Paixão pela moda I


Você é um lêmure da moda? Será que você segue a moda ao extremo? O post de hoje não é para dar dicas de moda e sim para alertá-los de que estar na moda não é mau; o problema é levar isso a extremos.
Você conhece o lêmure?  Esta é uma espécie curiosa de animal que vive na nas montanhas da Escandinávia. É ali que eles crescem, vivem, constroem suas casas, se alimentam e criam seus filhotes. E então, por alguma razão inexplicável a cada três ou quatro anos os lêmures entram numa marcha em direção ao mar. Para isso eles descem as montanhas e enfrentam muitos perigos mas continuem seguindo seus companheiros que vão à frente. Chegando no mar ele nadam até se afogarem.
As vezes seguimos a moda como os lêmures. Não sabemos o porque mas simplismente seguimos porque todos estão seguindo também.
Nosso guarda-roupa, lotado, está repleto de roupas que não usamos mais porque estão fora de moda e não perdemos as novidades das lojas.
como cristãos devemos pensar sobre qual é nossa resposta à moda. Até que ponto estão os limites?
Deuteronômio 26:18 diz: o Senhor declarou que vocês são o povo de propriedade particular dEle. Se somos tão valiosos assim, então, nosso vestuário e estilo de vida devem refletir esse valor elevado.
Roupas, qualidade e bom-gosto são coisas que devem fazer parte do vestuário de qualquer cristão, mas modismo, luxo e prejuízo à saúde, não. Quando você se vestir, leve isso em consideração.
Quando nossas roupas refletem os valores de um designer de moda ao invés dos nossos próprios valores, tornamo-nos um lêmure da moda. Estamos tão envolvidos em seguir os outros que não percebemos nossa marcha desenfreada.
Você já teve curiosidade de saber o que o estilo de certas roupa indica? Você sabe o que quer dizer a estampa de suas camisetas? Se sim, você está mesmo afim de promover estar coisas?
Cabe a cada um  que analise a si mesmo e veja se em sua vida você tem levado a moda a extremos. Será que o vício pela moda não tem te atrapalhado em outros aspectos na vida, como por exemplo, seu papel de mordomia cristã?
Este pôst vai continuar outro dia...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

palavra chave