7 de outubro de 2015

Desfralde do Nícolas


Quando o Nícolas tinha 1 ano e 8 meses eu escrevi aqui no blog sobre a familiarização dele com o troninho. Contei que ele reconhecia quando estava fazendo cocô e que já sentia quando queria fazer xixi. E que pra minha surpresa, um dia ele pediu pra fazer xixi e então passou a ser rotina alguns momentos (antes do banho por exemplo) eu tirar a fralda dele e ele usar o troninho. Eu falei sobre trabalharmos as fases dos nossos filhos para estimularmos alguns aprendizados e hoje eu vou compartilhar a continuação daquele post que vocês podem conferir > aqui <
Faz cerca de 1 mês que aconteceu o desfralde do Níc.
Como o Nícolas já fazia xixi no troninho constantemente, eu também o convidava para fazer cocô lá. Mas ele não queria e se escondia para fazer cocô na fralda. Muitas vezes chorava pois não queria que eu tirasse o cocô para limpar o bumbum. Essa fase é super normal nas crianças. Então eu tinha certeza que não era o momento ainda. Eu li bastante sobre o assunto do desfralde e não queria forçar nada para não causar traumas físicos nem psicológicos. O Níc já tinha um pouco de prisão e eu ficava pensando que se eu forçasse a tirada da fralda ele pioraria e por isso queria que as coisas acontecessem no tempo dele. 

Um dia, numa 2ª feira, quando ele ia fazer cocô eu convidei para fazer no troninho. Ele simplesmente aceitou. Lógico que depois da obra foi todo aquele elogio e tal... rsrs
Então eu fiz o teste, como ele já ficava sem fralda (em dias quentes) em alguns momentos do dia aqui em casa, neste dia eu deixei sem e só coloquei a fralda na soneca da tarde. 
Na 3ª feira quando ele acordou eu tirei a fralda e logo ele pediu pra fazer cocô no troninho. Foi mais demoradinho no segundo dia e a gente ficou conversando até ele conseguir. Nos outros dias tudo ocorrendo bem. Na sexta fomos para o litoral e só coloquei a fralda na viagem porque a serra daqui é complicada pra parar pra ele fazer xixi. Mais tarde tomou água de coco quente na praia e teve diarreia de noite, mas não coloquei a fralda, teve 1 ou 2 pequenos escapes de cocô por conta disso. No sábado fomos à igreja que era um pouco distante do nosso apê, mas não coloquei mais fralda nele, a não ser na hora de dormir.
Na 2ª feira seguinte ele amanheceu com a fralda sequinha. No dia seguinte também. No outro e no outro. Até hoje amanhece com a fralda seca para minha surpresa a cada dia, já que não era minha intenção tirar da noite. Só precisei limpar xixi no chão uma vez que foi no último dia no litoral. Mas ai expliquei pra ele que só podia fazer xixi no chão lá na areia perto do mar rsrs e ele não fez mais.
Dicas:

Várias mães já conversaram comigo sobre o assunto do desfralde e o que eu sempre digo é "compre um troninho" ou adaptador de vaso. Pra gente parece óbvio que ao tirar a fralda a criança deve ir ao banheiro fazer suas necessidades, mas na cabecinha deles não é. Se a criança ainda não está familiarizada com o banheiro e com o lugar em que ela vai fazer o xixi e o cocô é claro q ela vai fazer xixi no chão e provavelmente ficar com prisão de ventre. Eu particularmente penso que essa familiarização deve começar bem antes dos pais quererem tirar a fralda. Aliás, não são os pais que devem escolher quando tirar as fraldas. A iniciativa deve partir da criança, é uma importante conquista na vida dela. Níc fica super feliz quando vai ao banheiro e mostra que a cueca ou a fralda da manhã está sequinha. Evite deixar a criança de fralda depois que começa o desfralde mas se for necessário explique para ela o motivo de colocar desta vez.
Umas das coisas que eu li e que fez todo sentido de que eu estava no caminho certo é que para saber se a criança está preparada para o desfralde não devemos pensar apenas no nosso bolso e sim observar se ela atingiu todas as fases a seguir:

FASE -1 – A criança consegue te avisar que FEZ

FASE -2 – A criança consegue te avisar que ESTÁ FAZENDO

FASE -3 – A criança consegue te avisar que QUER FAZER

Cada criança é de um jeito, tem uma natureza única, disso todos sabemos, mas no momento eu acho que tirar a fralda da criança sem que ela tenha atingido essas 3 fases de desenvolvimento (tanto pra xixi e cocô) é muito transtorno para a criança e até mesmo para os pais. O que os pais devem fazer é estimular para que o filho possa atingir cada fase, como usar o banheiro perto da criança e conversar sobre o assunto. Brincar de segurar e soltar o xixi e por ai vai. 
Tirar as fraldas para que depois a criança aprenda a usar o banheiro é chamado por alguns de treinamento. Mas treinamento para mim começa ainda usando fraldas. E quando a criança já atingiu as fases, entende o que está acontecendo e precisa apenas se lembrar quando estiver brincando de que não está de fralda e precisa ir ao banheiro . E se por acaso algum escape acontecer, jamais brigue ou diminua seu filho. Apenas fale com amor que precisa lembrar de ir ao banheiro pra deixar a roupa sequinha!

Se você está pensando se está na hora de desfraldar sua cria, espero que eu tenha ajudado com alguma dica. Mas como eu disse, cada criança é de um jeito e pode ser que aí na sua realidade seja tudo diferente. Então conta pra gente!
Indico que leiam o relato da amiga Dani do blog > Mamãe Aprendiz < sobre o desfralde da Mariana e do Gabriel. 

3 comentários:

  1. Adorei amiga!! Olha a nossa interação de falar do mesmo assunto no mesmo dia! E muito muito obrigada pela indicação! To voltando pra lá pra indicar esse texto também que ficou excelente, eles se complementam não é mesmo?!
    Super beijo!!!!!
    www.mamaeaprendiz.com

    ResponderExcluir
  2. Oi Débora, essa fase da criança requer muita paciência das mamães e muito carinho também. Vale a pena, depois que passamos a ver a alegria de nossos pequenos aprendizes em uma das muitas conquistas que terão feito em suas vidas!
    Você fez tudo certinho, parabéns para a mamãe e para o Nícolas!
    Beijinhos, tenha um lindo dia.

    ResponderExcluir
  3. Olá, minha querida!
    Está é uma vitória e tanto, não é mesmo? Uma sensação enorme de mais uma etapa vencida!
    Qdo comecei estimular o Gabriel a usar o troninho, para fazer xixi foi meio que instantâneo, mas para fazer cocô ele rejeitava, à princípio. E, sabe, não tem jeito, paciência é, de fato, a alma do negócio!
    Hj, em casa, ainda uso o adaptador para vaso qdo ele vai fazer cocô. Para xixi, ele faz normal, de pé. Mas também ele já vai fazer 4 aninhos, né?
    O que facilita é que se estamos em algum outro lugar e ele sente vontade de fazer cocô, ele não se sente desconfortável pela falta do adaptador. Mas tudo isso, eu acredito, é como já falei, é por conta de que ele já está mais crescidinho.
    Tudo é um processo, tudo tem seu tempo determinado, né, comadre? E cabe à nós, mamães, fé, paciência, perseverança e estímulo, claro! ;-)

    Um bj em seu coração lindo, no do Níc e, ah, cremos da mesma forma (falando sobre seu comentário lá no Meu Doce Lar)
    Deus os abençoe! <3

    ResponderExcluir

Sobre o que você gostaria de ler?