19 de outubro de 2015

Estimulando o desenvolvimento da criatividade nos filhos | um pouco de Waldorf


Eu estava assistindo um programa de tv que estava falando sobre o descanso. E uma frase de um dos entrevistados me chamou muito a atenção. Ele disse que os netos dele não eram criativos e afirmou: "Crianças precisam de monotonia para desenvolver a criatividade". Logo em seguida ele completou que os netos estavam sempre mexendo no celular e outras tecnologias. Eu fiquei pensando muito naquilo. E claro, não posso deixar de registrar aqui no diário minhas reflexões e compartilhar algumas ideias com vocês. 


Eu sempre procuro tirar das teorias pedagógicas aquilo que me agrada no método até onde não entre em desacordo com meus princípios, e a pedagogia Waldorf me agradou muito pois ela valoriza o tempo de infância e tem algumas semelhanças com a pedagogia Adventista. Ela tem como objetivo o desenvolvimento da personalidade do ser humano estimulando o florescimento do físico, intelectual e espiritual de forma integrada. Por isso sua principal característica é a valorização dos elementos artísticos, estímulo da criatividade e atividades que respeitem cada fase de desenvolvimento do ser humano, o que me lembra muito o que falei outro dia sobre o movimento #Pais #sem #pressa.
Nas escolas Waldorf a criança aprende a ler e a usar o computador com mais idade pois a regra é respeitar a idade adequada para se transmitir o conhecimento de forma balanceada sem apressar o desenvolvimento. O método fala que devemos respeitar também os momentos da criança, especialmente os momentos da brincadeira e os momentos de não fazer nada. É neste ponto que voltamos a minha introdução do post onde falei sobre monotonia.
As crianças de hoje tem suas agendas lotadas de atividades e tecnologias que ocupam suas cabecinhas o tempo todo. Mas quando as crianças tem tempo livre para brincar e a brincadeira acaba e ela passa algum momento sozinha consigo mesma, ela tem um espaço na mente para começar a criar. Parece obvio agora não é? Mas no dia a dia o que mais queremos é dar atividades para ocupar o tempo de nossos filhos e as vezes eles são tão estimulados, principalmente por tecnologias, que eles vão crescendo e não conseguem parar. E se tornam adultos como muitos de nós estamos nos tornando hoje, fazemos muitas coisas em pouco tempo. E quanto mais rápido fazemos, mais coisas arrumamos para fazer e nunca temos tempo para parar, pensar e ter um encontro com nós mesmos, com a nossa mente. 
É por isso que separei algumas dicas que estimulam sim o desenvolvimento da aprendizagem e a criatividade, mas que ao mesmo tempo contribuem para o florescimento de uma personalidade mais tranquila de crianças que conseguem se concentrar melhor.

Método Waldorf

♡ Trabalhos manuais
Incentive as atividades como jardinagem, culinária e artes. Isso contribui para a aprendizagem, desenvolvimento motor e formação do ser humano na sociedade. 

♡ Contato com a natureza
Faz um bem enorme deixar que as crianças tenham contato e vivência na natureza. Deixe que elas brinquem com água, tomem sol, brinquem na areia, grama, barro sempre que possível. A natureza traz muitas aprendizagens e ela até combate doenças. Criança precisa de natureza e isso faz uma enorme diferença mais tarde.
♡ Brinquedos vivos
Materiais como madeira e tecidos são chamados de brinquedos vivos ou quentes. São materiais naturais que estimulam os sentidos, diferente de só ter brinquedos de plástico por exemplo. Aqui também entra a questão de que objetos da natureza, como pedras, sementes, conchas e muito mais podem se transformar em grandes brincadeiras.

♡ Liberdade
Principalmente crianças na primeira infância. Ela não aceitam brincadeiras com regras e com mediação. Crianças precisam brincar e o brincar sozinho também é muito importante. Elas precisam ter o momento de silêncio para se concentrarem na brincadeira sem interrupção de um adulto. (Eu falei um pouco sobre isso quando falei sobre os quartos Montessorianos > aqui < )
Existe o momento para a brincadeira com um mediador, mas o melhor momento para desenvolver a criatividade é quando as deixamos livres para inventar. É por isso que os brinquedos Waldorf são mais simples e sem tantas funções. Brinquedos com funções todas prontas (ex: carrinho que anda sozinho, seja a bateria ou pilha; bonecas que cantam, tablet) fazem com q a criança seja desestimulada do processo de criatividade e até mesmo de exercícios físicos.  E como eu disse antes: respeite também os momentos de não fazer nada. Isso é essencial para que elas façam suas próprias descobertas.  

Queridos amigos, desculpem o post enorme. Já deu pra perceber que eu não consigo escrever pouco não é?! Por isso vou ficando por aqui. Mas ficarei muito contente em conversar com vocês pelos comentários. 

Um comentário:

  1. Gostei!!! Sabe que tenho pensado muito nisso esses dias. Aqui ultimamente, acabo deixando a TV ligada o tempo todo nos desenhos, mesmo quando eles não estão prestando atenção, tenho a impressão que se desligar eles sentirão falta. E como estão, pela primeira vez, em casa pela manhã (até o ano passado, eles ficavam na escola o dia todo para eu trabalhar. Nesse ano, passei a trabalhar de casa meio período e ficar com eles de manhã), eu sempre penso que se estivessem na escola, estariam cheios de atividades divertidas, e tento preencher o tempo deles. Que legal ler isso... exatamente o contrário do que eu pensava. Obrigada por compartilhar!!!! Super beijo
    www.mamaeaprendiz.com

    ResponderExcluir

Sobre o que você gostaria de ler?