29 de junho de 2016

De alta | Cefaleia pós raquianestesia


Hoje fazendo questão de passar aqui no blog pra registrar no diário os últimos acontecimentos e especialmente testemunhar a gratidão do que Deus tem feito por mim. 
Eu tenho vários assuntos pra postar mas vou tentar me concentrar neste post na minha pós cirurgia apenas. 
Na sexta feira nasceu meu segundo filho, o Breno. Precisei fazer uma cesárea e não foi um parto tranquilo. Uma das coisas que aconteceram é que precisei de muita anestesia pois ela não pegava.(Depois eu vou fazer o relato do parto completo.)
No pós parto, ainda no hospital eu comecei a sentir dores de cabeça. Mas foi só depois da alta que eu comecei a sentir em casa as dores horríveis da cefaleia pós ráqui. Voltei para o hospital duas vezes. Na segunda, chamaram o anestesista novamente para fazer um procedimento que deveria ser recorrido em último caso.
Entreguei mais uma vez nas mãos de Deus. E Agradeço a Ele primeiramente por este cuidado. Nestas experiências compreendemos o nada que somos nesta imensidão de universo. Tive que confiar e depender completamente de Deus. Nem dos médicos eu podia depender. Ficamos nestes momentos refletindo o quanto somos pequenos diante desse universo. Eu orava a Deus pedindo a cura da dor e sentia alívio quando me distraia pensando nos meus filhos... coisa de mãe... eu queria estar bem para cuidar deles.
Também agradeço aos amigos e familiares que estiveram em oração e a ajuda da família nestes momentos de incapacidade.
Não precisei fazer o procedimento. Apenas repousei e bebi muita água conforme a orientação do médico para que o efeito da anestesia saísse do meu corpo. Ontem, terça, bebi uns 8L de água durante o dia. Não senti mais aquela dor indescritível. A noite (e madrugada) o Breno até deu um trabalhinho para dormir. Mas eu não reclamei. Eu sorri, pois eu pude me levantar para cuidar e amamentar.

Sobre a cefaleia pós raquianestesia
O tratamento da cefaleia pós raqui consiste no repouso em posição deitada, hidratação vigorosa, uso de remédios antiinflamatórios, corticóides, cafeína e por último, caso o tratamento clínico não de certo utiliza-se o blood patch. 
Blood patch é um procedimento que visa cicatrizar este pertuito que ocorreu após uma punção lombar ou raquianestesia, pois infiltra-se o sangue do próprio paciente no espaço epidural e não no espaço subaracnóide, a fibrina do sangue faz com que o processo seja tratado. As respostas terapêuticas são muito eficazes.

A dor de cabeça após uma anestesia raqui tem características bem definidas. A cefaleia pós raqui tem uma diferença crucial com outros tipos de dor de cabeça, a pessoa ao se deitar melhora significativamente da dor, e ao se levantar, ficando sentada ou de pé passa a ter dor novamente. Um mito nas mulheres é que dores de cabeça que se iniciam após o parto são por causa da raquianestesia, mas se não existir este componente postural, de melhorar ao deitar e piorar ao se levantar, não é a raquianestesia a culpada.
> Créditos <

3 comentários:

  1. Querida, que momentos hein? Eu não sabia sobre esse assunto não. Deus prova sua misericórdia! Que bom que você está bem e podendo cuidar do Breno! Aguardo o relato do parto e como está o irmão mais velho rs!

    Beijo!

    ResponderExcluir
  2. Amiga, como dizia minha mãezinha: "Deus é bom Pai, minha filha!"
    Todos os dias venho comprovando as palavras dela, sabe?
    Louvado seja Deus que o susto passou!

    Jesus é com vcs! Em oração!
    Bj grde, amiga, e que Deus os abençoe!
    O Breno é lindo, lindo, lindo!!! <3

    ResponderExcluir
  3. Eu também tive esse problema após o parto do meu filho, não queira ter isso nunca é muito ruim e doloroso. Eu tenho 4 filhos e do meu filho foi o único parto cesáreo. E recentemente a minha filha teve o mesmo problema.

    ResponderExcluir

palavra chave

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...